Queimadas assolam Monumento Natural da Serra da Moeda

14/09/2020

Primeiros focos surgiram no sábado (12) e em três dias o fogo já atingiu uma área superior a 41 km²; incêndio pode ser criminoso

Pelo terceiro dia consecutivo, um incêndio de grandes proporções atinge a área do Monumento Natural da Serra da Moeda. Ainda existem pelo menos sete focos de fogo e uma área superior a 41 km² já foi devastada pelas chamas. O Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CBMMG) está desde a tarde desse sábado (12) na região, o incêndio se espalhou rápido com a ajuda do tempo seco. Os bombeiros registraram 285 chamados de sábado à madrugada desta segunda (14) em áreas de mata da Região Metropolitana de BH.

Segundo o Instituto Estadual de Florestas (IEF), a suspeita é de que a ação seja criminosa.

Na manhã desta segunda-feira (14), mais três equipes da CBMMG com cerca de 80 agentes foram deslocadas para a Serra da Moeda para dar continuidade aos trabalhos. Na noite de domingo (13), o incêndio chegou a mobilizar 128 pessoas, entre agentes do CBMMG, da Polícia Militar, e voluntários, com apoio do helicóptero da PM, quatro aviões airtractor do IEF e 16 veículos.

A operação conta ainda com o Posto de Comando instalado na BR-040, em Itabirito. É de lá que são repassadas orientações para as equipes de campo, que também têm como aliado um helicóptero do Corpo de Bombeiros, que sobrevoa o local e lança água.

Até essa segunda (14), 4.200 hectares já haviam sido consumidos pelo fogo, sendo 1 mil dentro do Monumento Natural Serra da Moeda, que corresponde a 50% da área total do parque.

A mata da Serra da Moeda, em sua maior parte, é formada pelo cerrado e possui exemplares raros da fauna nacional como o veado e a onça parda.

Incêndio não é por causas naturais

As causas do incêndio ainda serão investigadas pela Polícia Civil. Henri Collet, gerente da unidade de conservação de Moeda do IEF, diz haver indícios de que ele foi causado por alguém à beira da estrada.

“Não é causa natural. Pode ter sido algum caminhante”, diz, lembrando que houve quatro focos de incêndio na beira da estrada na sexta-feira. Segundo ele, o que atinge a Serra da Moeda se iniciou em uma área da mineradora Gerdau.

A notícia foi recebida com extremo pesar de moradores da região e ambientalistas que, há menos de uma semana, conseguiram barrar um Projeto de Lei que entregava parte do Monumento Natural da Serra da Moeda à exploração minerária da Gerdau.

Página Inicial

Voltar